quarta-feira, 2 de março de 2016

Ex-vereador paraibano é preso suspeito de estelionato e fraudes de R$ 300 mil

Um servidor público de 39 anos, da Prefeitura de Cabedelo, na Grande João Pessoa, que também é ex-vereador da cidade de Bananeiras, no Brejo do estado, foi preso nessa terça-feira (1º), suspeito de estelionato. Ele é suspeito de fraudes superiores a R$ 300 mil. A prisão foi efetuada por força de um mandado judicial solicitado pela Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa.
Conforme a Polícia Civil, o homem é investigado pela Defraudações da Capital há mais de oito meses por fraudes praticadas em prejuízo de dezenas de pessoas. Conforme investigações da Polícia Civil, o suspeito trabalhava em uma empresa de cobrança de João Pessoa, mas foi demitido em 2015. “No entanto, o suspeito apropriou-se indevidamente do banco de dados da empresa e passou a cobrar os valores diretamente dos clientes e de devedores constantes no banco de dados, recebendo os valores em contas pessoais fornecidas pelo suspeito”, confirmou Lucas Sá, delegado titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa.
“Conseguimos comprovar à Justiça paraibana, através de investigações e diligências realizadas, que o suspeito agiu de maneira criminosa e reincidente, não temendo nenhum tipo de represália e com o agravante de coagir ex-funcionários da empresa vítima, para que as medidas judiciais não fossem tomadas, demonstrando a necessidade de sua prisão preventiva, para que a conduta criminosa fosse cessada”, explicou.
O delegado disse ainda que novas buscas ainda são feitas nesta quarta (2) em cumprimentos a mandados de busca e apreensão.
O suspeito foi eleito vereador na cidade de Bananeiras em 2010. O homem responde atualmente a três processos criminais por estelionato nas cidades de João pessoa e Cabedelo. O preso já foi encaminhado para a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, na Capital.

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial