segunda-feira, 18 de julho de 2016

Polícias apreendem 203 quilos de maconha e prendem casal em flagrante

Na última sexta-feira (15), as Polícias Civil e Militar da Paraíba apreenderam 203 quilos de maconha. A ação ocorreu na zona rural do município de Caturiré e foi realizada pelo Núclao de Homicídios de Queimadas e pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Campina Grande. Para a localização da droga, foi obtido o apoio do Canil do 2º Batalhação de Polícia Militar.

No local, uma dupla foi presa em flagrante: Sérgio Ricardo Soares Barbosa e Maria Rita Cândido Barbosa. Segundo o delegado Ramirez São Pedro, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, as investigações apontaram que a droga pertencia à dupla, que articulava um esquema de distribuição. “O Sérgio Ricardo é pré-candidato a vereador na cidade de Caturité e no momento que a polícia chegou à localidade descobriu que o material estava escondido em um galpão e o casal se preparava para enterrar a maconha, mas contamos com o suporte do Canil da Polícia Militar, que constatou onde estava a droga e verificou que não tinha nenhum entorpecente enterrado”, disse a autoridade policial, acrescentando que o Ricardo já tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo.

Durante depoimento do casal, a polícia conseguiu informações de que a maconha seria encaminhada para a distribuição em bairros de Campina Grande. “Levantamos que a droga vinha em um desses veículos apreendidos, com outras pessoas que faziam a segurança do material. Portanto, as investigações continuam para a prisão de outros envolvidos nesse esquema de tráfico de drogas”, explicou o delegado Ramirez São Pedro.
Além da maconha, a ação policial apreendeu também uma espingarda calibre 12, munições, balança de precisão, uma quantia em dinheiro e ainda três veículos. O delegado do Núcleo de Homicídios de Queimadas, Victor Melo, disse que as investigações contaram com um levantamento delicado, tendo em vista se tratar de uma localidade na zona rural do município de Caturité. “Recebemos indicativos de que um carregamento de maconha chegaria à cidade, nos articulamos e com o apoio da DRE e também o suporte da Polícia Militar conseguimos realizar a prisão e apreender esse material”, frisou.
Sérgio Ricado e Maria Rita responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles serão encaminhados para unidades prisionais do Estado, onde deverão aguardar as decisões da Justiça.
 ...............................................................................................................................................................
Deixe seu comentário sobre essa notícia e acompanhe mais notícias do Cabuloso nas redes sociais:  TwitterYoutube e InstagramCurta nossa página no FacebookVocê também pode enviar informações, vídeos e fotos pelo WhatsApp (83) 98866-9195.
O que Achou? SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial